8 comentários em “O Rouxinol e a Rosa

  1. Que magnífico seu blog. Estou me deleitando com os contos que posso reler, entre uma tarefa cibernética e outra.

    Ah, me desculpe se pareço chata, mas escreve-se Wilde, e não Wild quando se refere ao sobrenome deste escritor.

    Obrigada!

  2. Você poderia postar os contos macábros de Álvares de Azevedo em NOITE NA TAVERNA. São muito bons, mistura de delírio com realidade absurda.

  3. Eu já havia lido esse conto quando mais jovem, mas não lembrava do título. Por sorte, o encontrei aqui (confesso que já estava ficando desesperada, rs) e foi muito bom relê-lo. Parabéns pelo site. Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s